terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Agenda - Luis Formiga no Mercado Negro

Luís Formiga & Cabaret Malícia no Mercado Negro
9 de Dezembro às 22h

O Luís Formiga é dos músicos mais tímidos que conheço, mas quando está em palco, deita fora todos os "demónios" que o atormentam.
Magnífico nas palavras (em português) cantadas, quando acompanhado pelos Cabaret Malícia, a sua música toma uma forma ainda mais perfeita ou aperfeiçoada.
Sábado eles vão estar no Auditório da Associação Cultural Mercado Negro a fazer um concerto entre discos, só para levantarem um bocadinho do véu sobre o que ainda aí vem que, no mínimo, é prometedor.

Este é um dos temas que vão tocar para nós:

Os bilhetes custam 4€
Após o concerto a festa continua com um Jazzset a cargo dos Jazz Walkers.

Agenda - Mazgani apresenta The Poet's Death em Ílhavo

Mazgani apresenta The Poet's Death
Casa da Cultura de Ílhavo - 9 de Dezembro de 2017 - 21.30h

É já sábado que Mazgani vem até Ílhavo apresentar o (já) 5º álbum da sua carreira. O disco saiu para as lojas não vai há muito tempo e chegou a hora de o partilhar ao vivo.
Nunca vi um mau concerto deste senhor e prevejo uma grande noite de muito mais que Pop, como poderão ler no texto a seguir.
Deixo-vos com o vídeo do primeiro single:


Agenda - Festival Termómetro em Aveiro

Festival Termómetro 2017 - 3ª Eliminatória
Teatro Aveirense - 8 de Dezembro de 2017 - 21.30h

O Festival Termómetro já tem um historial que o faz dispensar apresentações, pelo menos para os que nos últimos anos não estiveram a dormir, no que à música feita por portugueses diz respeito.
Desta vez, uma das eliminatórias, a terceira, vai decorrer em Aveiro no Teatro Aveirense.
As bandas que se vão candidatar são:

Killian
Mathilda
Quarto Quarto
Xkisitu
Rua Direita

Os concertos começam às 21.30h, os bilhetes custam 3€ e tornam impossível qualquer desculpa para não ir ver estes novos talentos a despontar.
O vencedor da final do Festival, vai ter direito a actuar no Bons Sons e no Alive.

Agenda - Cachupa Psicadélica no Teatro Aveirense

Cachupa Psicadélica - Novas Quintas
Teatro Aveirense - 7 de Dezembro de 2017

Finalmente somos agraciados por uma nova visita de Cachupa Psicadélica à nossa cidade. É verdade que ainda não há novo disco, mas a música dele soa a algo tão novo e refrescante que o dito, ainda nem é preciso.
 Vai ser uma noite cheia de boas vibrações, apareçam.

O bilhete custa 5€ e pode ser adquirido aqui ou na bilheteira do Teatro.

Aqui deixo um pequeno aperitivo a preparar-nos para o que vamos ouvir:

Festival Sons em Trânsito - 5º Dia - Report

VIII Festival Sons em Trânsito
Teatro Aveirense - 25 de Novembro de 2017

O último dia desta edição do Festival Sons em Trânsito começou na "madrugada" de sábado com as histórias para os mais novos, do “nosso” Ivo Prata
A noite seria de festa e contou com Liniker & Os Caramelows, Mulatu Astatke, Quico Cadaval e o duo de DJ's Ohxalá.

Festival Sons em Trânsito - 4º Dia - Report

VIII Festival Sons em Trânsito
Teatro Aveirense 24 de Novembro de 2017

Para o quarto dia tivemos Júlio Resende a representar Portugal e o uruguaio Jorge Drexler. Este era também o primeiro dia em que a noite alongava para o Salão Nobre do TA e teve o contador de histórias Galego - Quico Cadaval e o DJ Set de Colorau Som Sistema a coroar a noite com dança e alegria.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Festival Sons em Trânsito - 3º Dia - Report

VIII Festival Sons em Trânsito
Teatro Aveirense - 23 de Novembro de 2017

Para o terceiro dia de festival a proposta levou-nos à música de Cuba e de Itália, pelas mãos de Roberto Fonseca e Vinicio Capossela.
Duas opções muito interessantes e bem diferentes que, a meu ver, talvez devessem ter tocado pela ordem contrária.
É que Roberto Fonseca, pianista de excelência, além de um conjunto de virtuosos músicos, trouxe a festa do seu Afro-Cuban-Jazz que quase punha toda a gente a dançar.

Festival Sons em Trânsito - 2º Dia - Report


VIII Festival Sons em Trânsito 
Teatro Aveirense - 20 de Novembro de 2017


Esta edição que conta com menos nomes sonantes e a arriscar muito mais no que se institui de chamar Música do Mundo, está com excelentes propostas que vale a pena conhecer ou rever, para quem já teve a sorte dos ver.
A adesão do público neste dia e no seguinte, foi um pouco inferior ao ano anterior, mesmo praticando preços de bilhetes mais acessíveis, o que deixa algumas dúvidas sobre qual o melhor caminho para o festival. Talvez um meio termo entre grandes nomes e desconhecidos que importa descobrir..

 A abertura musical, esteve a cargo dos Mongóis Egschiglen e do grupo Israelo-Maliano The Touré-Raichel Collective.

Festival Sons em Trânsito - Abertura - Report

VIII Festival Sons em Trânsito 
Teatro Aveirense - 20 de Novembro de 2017

Esta edição do Sons em Trânsito, começou ao som das palavras. "Pode uma canção fazer a Revolução!" era o mote da conversa, mediada pelo João Gobern, entre o Pedro Abrunhosa e Luaty beirão.



O tema dava "pano para mangas" e as conversas, como sabemos, são como as cerejas principalmente quando tidas entre pessoas com tanto para partilhar.
Sempre ouvi dizer que nascemos com dois ouvidos e uma boca, para ouvirmos o dobro do que falamos, pelo meio há o cérebro para processar tudo aquilo que ouvimos e vamos dizendo, e esta noite serviu para aprender mais algumas coisas e creio que como eu, todos os que lá foram, saíram do Teatro Aveirense um pouco mais ricos.
Não vou perder-me a descrever o que ouvimos, mas convido-os a ver o video que captou aquela hora e pouco que sem música foi uma excelente abertura para o Sons em Trânsito.

Vejam aqui.

Agenda - Raquel Ralha & Pedro Renato no Sabotage

Raquel Ralha & Pedro Renato - The Devil's Choice
Sabotage - 25 de Novembro

Todos temos um passado de música, mas uns têm passado melhores que outros. Tudo o que ouvimos hoje vem do que ouvimos desde pequenos. Uns procuram sempre algo novo, outros entregam-se a um passado que já não volta e outros ainda, fazem a ponte entre o novo e velho.
A Raquel Ralha e o Pedro Renato, acabam de fazer um disco que, a ver pelo single de apresentação, vai agradar a todos os que viveram outros tempos musicais e ainda acompanham o novo.
Quando me pedem nomes de bandas e músicas que ainda me agradam, costumo dizer, venha o diabo e escolha. 
Eles fizeram a sua e editaram-na com o apropriado nome de "Devil's Choice Vol. 1".
Ainda só conheço este tema e já estou a adorar:

Amanhã eles vão apresentar as suas escolhas ao Sabotage em Lisboa e parece-me que vai ser imperdível. Infelizmente, como não posso ir até lá, resta-me esperar, ansiosamente, pelo disco.