domingo, 29 de novembro de 2009

Som da Frente V

Eles agora já não estão nada assim, mas esta era a imagem que tinham quando os conheci. Claro que as primeiras audições foram pelo "Som da Frente" , primeiro com o "Psico Candy" e depois com o "Darklands" que pôs toda a gente a cruzar pernas e a dançar como os olhos no chão.
As canções era bastante cinzentas, como o dia de hoje, e toda a "mística" criada pelos concertos de curta duração e de costas para o público, faziam com que a atração por esta banda fosse ainda maior.
Na época em que estavam mais em "alta" não os vi ao vivo, mas tive a sorte de assistir ao seu concerto de 2007 no S.B.S.R., a força das canções continua lá e eles estão mais simpaticos e sorridentes, o que quebra um pouco da "mística", mas ajuda a matar saudades.
Hoje deixo aqui uma canção muito a propósito para dias como este e que foi gravada na mesma Tour que eu pude assistir, é o "Happy When it Rains"

sábado, 28 de novembro de 2009

Hoje Há Derby

Há Derby e é para Ganhar!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A Culpa Não Foi Minha!

Daqui a poucos dias vou fazer o segundo tratamento no dentista. Hoje relembro aqui um concerto que perdi por causa da primeira consulta (16 de Outubro) e que o meu amigo "José Flag" não se cansa de me lembrar quase sempre que me encontra.
Por isso amigo, a canção de hoje vai especialmente para ti e espero que me perdoes esta falha que foi ter perdido o espectáculo deste grande músico. Ainda por cima foi no Teatro Aveirense, eu sei, mas não me foi mesmo possível ir.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Finge, Esquece!

Há dias assim...
Mas depois ouves o "Manual de Sobrevivência" canção que dá nome ao, maravilhoso e esquecido, segundo álbum a solo da Xana e tudo o que te estava a incomodar desaparece.



Uma das razões para existirem canções é que elas também nos ajudam no dia-a-dia...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Som da Frente IV

Outra das bandas que ouvi com atenção por via (directa ou indirecta) do "Som da Frente" foram os Joy Division. Banda que ainda hoje prezo muito e que continua a "mexer" comigo e com muito mais gente.
Quero lembrar aqui a canção "Atmosphere" que não deixa ninguém indiferente.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Chegar ao Mesmo Sitio que os Outros

A inspiração para o tema que vou divulgar hoje veio, em parte, desta imagem.
Onde temos o "grande" Sarko a tentar disfarçar a sua altura para a foto oficial.
Aqui podemos temos a sua mulher de sapatos rasos e ele de saltos, para atenuar a sua diferença de altura.
Confesso que a minha "técnica", numa época em que namorei com uma mulher bem mais alta que eu, era mais simples - eu em cima do passeio, ela pela estrada, assim punha o meu braço por cima do ombro dela se ter de me esticar.
O video que mostro hoje, animava, o programa Pop Off (do qual falarei mais profundamente em breve) por altura de 1992.
A canção chama-se "Calmeirona" e é da autoria de João Roque e os seus De Biltres. Podem acompanhar o que o, agora, JR anda a fazer aqui no seu myspace. A qualidade das letras continua, falta é a visibilidade que ele e muitos outros músicos merecem.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Música e Cinema XIII

Sábado à noite fiquei em casa e ainda bem porque assim foi-me possível ver um bom filme portugês na RTP2 (é tão raro que tive mesmo de ficar em casa) e que acabou por servir de inspiração para este artigo.
Espero que aproveitem o "balanço" e passem mais filmes portugueses, não precisam de ser muito "artísticos", bastam que tenham uma boa história, como este tinha, e que o som seja aceitável, pois num filme português o som tem sempre problemas.
A canção que mostro hoje é um excelente manifesto anti guerra e é cantada por Adriano Correia de Oliveira, a música é de Zeca Afonso e a letra é de Reinaldo Ferreira.
A sinopse do filme pode ser lida aqui.


sábado, 21 de novembro de 2009

Auxiliares de Memória XXI

21 de Novembro de 1991 - fazem hoje precisamente 18 anos, desde vi um dos meus heróis musicais, foi o cumprir de um desejo antigo.
Penso que era a quarta vez que o grande Lloyd Cole visitava o nosso país e a primeira vez desde que tinham acabado os The Commotions. Eu tinha algum receio que só fossem tocados temas dos seus dois álbuns a solo, mas ao ouvir a abertura do concerto com o som do tema "Rattlesnakes" , o receio foi imediatamente ultrapassado, ainda por cima o guitarrista era o mesmo dos The Commotions, fiquei imediatamente com a certeza que ia ser um concerto memorável no Coliseu do Porto.
Nunca mais me esqueci do fantástico "Forest Fire" com um fundo de luzes vermelho, do belo "Brand New Friend" ou do já referido Rattlesnakes".
Lembro-me inclusivé de o baixista ter feito referência a um magnífico Vinho do Porto que ele tinha bebido na véspera e que ainda lhe estava a dificultar a acção...
Enfim, foi um concerto que ficou para sempre na minha memória, na "gaveta" dos inesquecíveis.
Para relembrar o momento deixo aqui o video do "Are You Ready To Be Heartbroken" que contou com todo o público a cantar em coro e que foi muito premonitório para o que se pasou poucos dias depois do concerto...

Como o DJ Duck bem me relembrou aqui nos comentários, a primeira parte do concerto, foi uma bela surpresa e contou com dois membros dos The Go-Between, Forster e Mclennan (falecido em 2006)a brindarem-nos com excelentes versões acústicas de temas desta saudosa banda australiana.
E agora deixo também aqui a recordação de "Spring Rain", um dos temas tocados por eles nessa noite e que é um dos meus preferidos desta banda.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Auxiliares de Memória XX

Onze anos e seis dias depois é bom recordar o concerto de que vi da Ressurection Tour dos Bauhaus. A primeira coisa que vos pode despertar a atenção é: "por que raio o gajo foi a Lisboa e não ao Porto????". Ao que eu, facilmente, respondo: "porque os bilhetes já estava esgotados!". Da vossa parte pode sugir outra pergunta: "A saberes que uma das tuas bandas preferidas vinha cá, porque é que não compraste o bilhete ao mesmo tempo que todos os teus amigos de Aveiro compraram?". Ao que eu, já a custo, respondo: "porque o "pulha" para quem eu estava a trabalhar na altura só me pagou num dos dias anteriores ao concerto de Lisboa".
Todos os meus amigos iam ao Coliseu do Porto e eu não ia a lado nenhum, tinha sido o meu pensamento desde o início do mês. Na manhã de sábado acordei com uma vontade ainda maior de os ver, foi quando decidi ligar ao amigo "lisboeta" JT, para saber se ele ia. Como a resposta foi positiva imediatamente decidi ver se podia comprar o bilhete por multibanco. Só sairia de Aveiro com o bilhete garantido, assim foi, um dos melhores inventos do século, permitiu-me comprar o tão desejado bilhete para aquele que ia ser um fantástico concerto.
Cheguei a Lisboa cerca das cinco da tarde, a viagem de intercidades foi agradável, ainda por cima encontrei um amigo (ex-vocalista de uma banda que fez furor no "Aveiro Universitário" - os saudosos "Atira-te à Ria") que não via há alguns anos, acabámos por fazer toda a viagem no bar do comboio a recordar velhos tempos e a tomar café (sim porque o "guito" estava praticamente à conta!).
Depois de sair em Santa Apolónia só deu tempo de ir a uma "Portugália" comer um bife acompanhado de algumas imperiais. Àquela hora havia Happy Hour o que dava duas ao preço de uma, o que deu um excelente aperitivo para o aguardado concerto.
Conseguimos chegar com a antecedência devida, para levantar o bilhete préviamente comprado e entrar para o Atlântico antes de tudo começar. Os meus companheiros vinham "atracados" e acabaram por ir para as bancadas com as respectivas, eu acabei sózinho "no relvado" do Pavilhão, mas muito bem acompanhado por alguns milhares de fãs que estavam lá, como eu, a cumprir um sonho que se pensava ser impossível de realizar...
O alinhamento do concerto pode ser consultado neste blog.
O tema que abriu as "hostilidades" foi "Double Dare":

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Megafone 5 - Reportagem

Para aqueles que não conseguiram ver a reportagem no Top + da RTP1, no dia e na hora a que foi transmitido.
Porque entre outras razões não conseguem aguentar com Pandas, Tonys, Max mixes e Mix Maxes, Popotas, Jardins da Celeste e Reis com grandes barriguinhas e etc, etc, etc.
Graças às maravilhas da net, podemos ver aqui um dos (poucos) momentos bons do programa que foi a reportagem do Megafone 5 no CCB.

Recordar o Sons em Trânsito I

Recentemente deparei com a triste notícia que anunciava o fim do Festival Sons Em Trânsito.
Já não me apetece dizer muita coisa, apenas que este Festival agradava a "uma imensa minoria" e conseguia por Aveiro no Mapa dos grandes eventos culturais, mas enfim "cada povo fica com as câmaras que elege".
Um dos nomes que consegui ver neste saudoso Festival, foi o basco Kepa Junkera, músico que com a sua trikitixa (instrumento de fole de origem basca) e com uma banda competentíssima, veio ao Teatro Aveirense no ano de 2006, apresentar o seu álbum "Hiri".
Um dos seus temas mais conhecidos e que eu mais gosto é o grandioso "Bok Espok", hoje vou mostra-lo atravéz de um video gravado nessa mesma tour, mas ao vivo em Ortigueira/07 e que mesmo em plano fixo, permite ver as sensações que este tema desperta no público.
A foto foi uma das poucas que consegui aproveitar e foi tirada por mim.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Música e Cinema XII

Este filme é uma comédia com um travo um pouco negro, mas bastante divertida.
Em Portugal o filme teve o nome de "O Último Contrato" e é uma excelente desculpa para colocar um video dos Violent Femmes, no caso uma versão nova do "Blister In The Sun".

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Could I Have Been...

Esta música serve muito bem para acompanhar o espírito que trago hoje.

É sempre melhor pensar no que somos mesmo, do que no que poderíamos ter sido.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Virgem Suta no Performas - Aveiro







Há dias um amigo desabafava comigo: "eh pá, já não há grupos divertidos como antigamente!", imediatamente respondi: "tens os Virgem Suta, porra!".
Ele não pôde vir ao Performas, no passado sábado, mas quem, como eu, ajudou a encher o espaço, consegiu constatar in-loco que há mesmo grupos a fazer "música divertida".
Divertida e muito interessante, acrescento eu. Para mim o mais forte do grupo são as magníficas letras, canções de festa e de ressaca, canções de amor e de desilusão, canções de realidade e de sonhos e ainda há um tema - Vóvó Joaquina - que eu gosto particularmente e que é dedicado à avó do Jorge Benvinda.
Enfim todas as canções nos levam a algum lugar que conhecemos e onde nos sentimos bem ou mal (quando de ressaca se fala, eheheh).
Agora ao vê-los ao vivo fiquei com a certeza que estamos perante um disco gigantesco que ainda por cima resulta tão bem neste formato de dueto.
O concerto foi excelente, o Jorge e o Nuno conseguiram mostrar-nos todo o seu disco, de forma simples e directa. Foi engraçado "ouver" o som do tacho e nem deu para notar que estavam apenas dois músicos em palco.
O Jorge com a sua facilidade de comunicação com o público e o Nuno a "intrumentalizar" tudo, mostram já uma grande cúmplicidade que contagia quem assiste.
O sentido de humor está sempre presente. Foi engraçada a dedicatória do tema "Feio - para todas as pessoas que têm um grande coração!".
A boa música e a boa disposição dos Virgem Suta, fizeram com que nem se desse pelo passar do tempo.
Deixo aqui o alinhamento deste magnífico concerto e o desejo de os ver cá por "terras do norte", ainda mais vezes.
Quem ainda não tem o disco não sabe o que está a perder..

sábado, 14 de novembro de 2009

Música Para Todos VII

Já está disponível a terceira série da Optimus Discos, desta vez com a Margarida Pinto, Olive Tree, Youthless, Governo, Linda Martini e O.R. (projecto que conta com a voz de Fernando Ribeiro, vocalista dos Moonspell).
Para já dou grande destaque ao E.P. da Margarida que está simplesmente fantástico, a voz continua linda e adoro ouvi-la a cantar português.
Siga este link para a Optimus Discos e não registem-se para fazer o download legal e gratuito.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Prestige - 7 Anos Depois

Fazem hoje exactamente sete anos desde o Afundamento do petroleiro Prestige, na costa da Galiza e de toda a atitude desastrosa do governo regional galego, que fez com que o acidente tomasse uma proporção ainda maior.
Para seberem um pouco mais sobre esa catástrofe podem ver também este "dossier do jornal Publico".
Aqui fica um video com algumas imagens que na época correram mundo e que já parecem, infelizmente, um pouco esquecidas.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Pixies - EP de Oferta

Os Pixies estão a fazer uma Tour a comemorar os vinte anos do disco "Doolittle" e estão a oferecer um EP ao vivo gratuito. Só têm de ir aqui, registar o vosso mail e passado no máximo um dia, recebem o link para descarregar os quatro temas ao vivo.
Sempre dá para matar saudades sem gastar dinheiro.

Som da Frente III

Uma banda que também decobri via Som da Frente, directa (na radio) ou indirectamente (por amigos), foram os The Cure.
Uma banda de quem eu já falei noutros artigos, mas que gosto sempre de recordar, é que é melhor recordar, pois os álbuns mais recentes desiludiram-me um bocado.
Agora cada vez que oiço, por exemplo, o fantástico tema "A Forest", que vão ver aqui, esqueço-me logo desses maus discos.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Música e Televisão IV

Esta série está muito bem "esgalhada", começou agora a segunda temporada no AXN, está muito bem descrita aqui e já serviu para eu descobrir os VLA.
Este é o genérico:
Com um som destes, fiquei logo alerta e fui procurar a banda que tem este Myspace onde se encontram mais uns temas bem interessantes. Lá podem ouvir, entre outros, o excelente "When I Am Through With You" que foi utilizado no genérico.

2º Festival Rock N' A.D.Ega

No próximo dia 28 deste mês é aqui que conto estar, depois conto como foi. Vocês apareçam, pois eu tenho a certeza que vão gostar.
Aqui fica o texto de apresentação do Festival:
Os Ugas – Associação Desportiva e Cultural de Ega" juntam em palco EX VOTOS, ANTI-CLOCKWISE, GAZUA, BOOSTER e KARPE DIEM
No próximo dia 28 de Novembro de 2009, pelas 22 horas, a Instituição "Os Ugas – Associação Desportiva e Cultural de Ega" realizará o 2º Festival ROCK N' A.D.EGA com a participação dos EX VOTOS (Odivelas), KARPE DIEM (Vila Franca de Xira), GAZUA (Lisboa), ANTI-CLOCKWISE (Lisboa) e BOOSTER (Lisboa)
A produção sonora e a iluminação estarão a cargo da conceituada MUSIC LIGHT de Coimbra. Estarão assim asseguradas todas as condições para que as bandas possam dar o máximo em palco sem prejuízo algum para a sua expressão musical.
A sede da Instituição fica localizada no Casal do Rosário em Ega - concelho de Condeixa. As primeiras 50 entradas terão direito a um CD promocional com 2 temas de cada uma das bandas participantes.
Os míticos EX VOTOS, arredados dos palcos desde 2003, regressaram às lides no início de Novembro com vontade de voltar a agitar o panorama punk/rock/folk nacional. Os GAZUA depois de dois discos bem recebidos no meio, encontram-se a gravar o terceiro álbum, já nomeado "Contracultura", e prometem um grande concerto. Os ANTI-CLOCKWISE darão certamente mais ênfase ao seu mais recente quarto disco "Love Bomb Baby" e o seu punk/rock visceral agradará aos fãs mais exigentes. Os BOOSTER, no seguimento das excelentes prestações que têm tido nas várias lojas FNAC espalhadas pelo país, apresentam aqui o seu primeiro EP "O Teu Bem Faz-me Mal". Finalmente os KARPE DIEM, que prosseguem os trilhos do Gothic Rock pelos palcos, desde o já longínquo ano de 1990, apresentam o seu mais recente trabalho auto-intitulado.

Os bilhetes estarão à venda no local no dia do festival:
Sócios da A.D.R. EGA (3 Euros)
Não-Sócios (5 Euros)

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Virgem Suta em Aveiro

É já no próximo sábado que podem ir ver os imperdíveis "Virgem Suta", o concerto está marcado para o Café Concerto do Espaço Performas e tem início marcado para as 23 horas.
Eu vou lá de certeza e depois conto aqui como foi.
Um dos temas que quero ouvir é este:

Não percam a oportunidade pois vai valer mesmo a pena.

Os Chico-Espertos

Toda a gente já deve estar familiarizada com o termo "chico-esperto", hoje eu decidi apontar um dos elementos dessa "raça" que ajuda o nosso país a andar para trás.
No meu caso particular o que vos vou descrever é um exemplo práctico de "chico-espertisse":
Após o recém falecimento de António Sérgio fui ver na minha "colecção de cd's, se tinha o cd de temas escolhido por ele dedicado ao programa "Som da Frente", encontrei-o. Ao encontra-lo reparei que não tinha o indicativo do programa.
Achei o facto estranho e fui pesquisar na net, aí descobri que o que eu tinha já era o segundo cd, o primeiro é que tinha o tal indicativo feito pelos Xutos & Pontapés para o programa. Pesquisei ainda mais um pouco e descobri que a loja cd.go tinha a primeira edição disponível.
Tratei de me registar e encomendar o dito cd, havia uma garantia de entrega em 48 horas e tudo. No dia em que devia receber a cobrança postal, recebo um mail a informar-me da impossíbilidade de me fornecerem o cd por: "Os artigos abaixo descritos foram retirados da sua encomenda por ter terminado o prazo de pesquisa junto dos nossos fornecedores, ou porque entretanto foram retirados de catálogo."
O artigo era: SOM DA FRENTE 1982-1986 a € 19.95
O bom do João pensou, ok deve ter esgotado, mas como no mail ainda diziam:
"Poderá solicitar novamente os artigos disponíveis para encomenda através de um novo pedido. Insistimos sempre que o desejar para conseguir satisfazer a sua encomenda.•
Esperámos que aceite as nossas sinceras desculpas, aguardando a sua melhor compreensão.•
Com os melhores cumprimentos, "

Ao ler isto decidi ir novamente ao site e eis que descubro que o cd ainda estava em stock mas agora pela módica quantia de €24,75.
Ora amigos, isto é exatamente o que se chama de "Chico-Espertismo", é um ismo que raramente faz com que uma pessoa chegue a algum lado. Pode até num curto prazo funcionar, mas ao fim de um certo tempo, acabam por pagar por isso.
No meu caso particular, como não tenho acesso ao livro de reclamações, decidi expor o caso a público e posso garantir que não volto a comprar nada a estes senhores.
Cheguei a responder ao mail perguntando se não existia o cd ou se apenas não o queriam vender ao preço que estava marcado primeiro, cheguei mesmo a referir que a Fnac (que estes pequenos comerciantes, gostam de apontar como a razão de todos os males da venda de discos em Portugal) respeita sempre os preços acordados e ainda por cima oferece os portes de envio.
A minha missiva nunca mais teve resposta e estes senhores passaram a ter um cliente que deixou de o ser, logo na primeira encomenda. Tudo devido a um caso de "Chico-Espertisse" à portuguesa.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Música e Cinema XI

Em dia de comemoração dos vinte anos da queda do Muro de Berlim, lembro aqui o filme "Goodbye Lenin!" e a sua magnífica banda sonora.
Este filme mostra o amor de um filho pela sua mãe, que entra em estado de coma antes da queda do muro. E que faz com que ele tente recriar a vida da Alemanha de Leste para evitar que ela entre novamente em coma, após acordar na nova Alemanha unificada.

Mazgani - Loja Optimus da Casa da Música




Não é costume ouvirem-me dizer que sou um sortudo, mas é um facto, mesmo com as contrariedades que vou tendo na vida a sorte não me tem abandonado. Desta vez veio na forma de uma entrada gratuita para o concerto de Mazgani, na Loja Optimus da Casa da Música, no passado sábado.
Tal como eu fiquei muito grato com semelhante oferta, seria lógico que todas as pessoas presentes estivessem igualmente gratos por poder disfrutar, num espaço tão intimista, da presença de Mazgani e da sua música.
Infelizmente as "borlas" podem ser injustas e permitem a entrada de autênticos "paspalhos" que não são dignos desse tipo de oferta e que ainda por cima têm a lata de incomodar os músicos e inclusivé a maioria do público presente, apenas para assistir a este evento.
O meu conselho à organização é que para a próxima seja mais selectiva a escolher os convidados, de forma a que estejam presentes os verdadeiros admiradores dos grupos, penso que assim estariam a prestar um bom serviço aos músicos e à marca patrocinadora.
Poto o desabafo e voltando ao concerto em si, esta foi a terceira vez que vi o Mazgani ao vivo. A primeira tinha sido só com ele e a sua guitarra acústica, numa sala do Teatro Aveirense. A segunda foi no Festival S.I.R.E.N.E.S. em Estarreja, já acompanhado pelo Pedro Gonçalves e finalmente agora, acompanhado por Sérgio Mendes na guitarra e por Vitor Rodrigues Coimbra no contrabaixo.
E que bela "equipa" se juntou a dar-nos música, tivémos aqueles temas calmos que nos põem a pensar e também tivémos direito a uma actuação de "raiva" a fazer lembrar um qualquer pregador que costumamos ver em filmes americanos.
Surpreendeu-me bastante esta veia mais "rebelde" que já se notava no EP "Tell The People", mas que ao vivo é, e muito bem, ampliada.
Quero dar os parabéns a todos os músicos por terem conseguido manter o "sangue frio" em relação aos tais "paspalhos" que referi.
Numa perspectiva dos males que vêm por bem, talvez a má educação de alguns dos presentes, tenha contribuido para esta actuação mais "visceral" e que muito me agradou.
Foram tocados cinco temas novos que virão a fazer parte do futuro álbum que vai sair no próximo ano, mas primeiro, já está a decorrer o lançamento holandês de um álbum de apresentação que mistura o primeiro disco, com temas do EP e ainda com um dos temas novos que creio ser o "Slaughter House of Love".
Deixo-vos o alinhamento do concerto e o meu desejo de ver novamente Mazgani, mas para uma platéia exclusiva senão de admiradores, pelo menos que seja uma platéia de gente interessada.

Icon Vadis - Mercado Negro






Foi na passada sexta-feira que assisti a mais um concerto do Icon Vadis, desta vez em nome próprio e num espaço acolhedor e só com interessados na actuação da banda.
O público recebeu bem o grupo e eles souberam retribuir, com uma actuação à altura de tão boa recepção.
Quero destacar o esforço de uma banda em que poucos dos seus membros continuam a trabalhar com música e mesmo assim, conseguiram mostrar três temas novos ao seu público.
Se não fosse por mais nada, ao menos por isso já estavam de parabéns, mas o que é certo é que apesar de não serem profissionais, os Icon conseguem mostrar muito empenho e profissionalismo.
Eles já existem à cerca de vinte anos e o meu desejo é que se mantenham pelo menos por outros tantos.
Deixo aqui o alinhamento de uma grande noite de música e boas recordações.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Som da Frente II

Outra banda que passei a conhecer "via" Som da Frente, foram os The Sugarcubes. Neste banda Islandesa militava uma tal de Bjork que após o fim da banda seguiu uma muito proveitosa carreira a solo.
Mas voltando à banda, o primeiro tema que me cativou logo à primeira audição, nos finais dos anos oitenta, foi este "Birthday":



Com esta banda, cada vez que oiço o tema anterior, tenho sempre de ouvir este "Deus":



E claro, inevitavelmente o tema "Regina":


Fica assim o registo de uma banda que marcou e de que maneira o final dos anos oitenta e a entrada nos noventa e que sem o António Sérgio, provavelmente não a conheceria ou iria conhecer, talvez mais tarde.

Megafone 5 - A Revelação

Ainda estou arrepiado a ouvir as palavras do pai de João Aguardela. Que fantástica homenagem foi feita no CCB, infelizmente não pude lá ir, mas a Antena 3 teve a brilhante iniciativa de transmitir tudo. Assim foi como se estivesse lá. Muitos parabéns a esta rádio que é de todos.
Foi entretanto revelado pela Mitó, vocalista do grupo A Naifa, que Maria Rodrigues Teixeira é o nome da avó do João e foi o nome que ele usou para assinar as letras deste último álbum da banda.
O tema filha de duas mães foi escrito para a sua mãe e para a sua avó, já falecida, que ele considerava a sua segunda mãe.
Fica aqui o video dessa canção que ainda por cima tem umas imagens de Aveiro, cidade onde vivo eonde vi duas actuações deles. É bonito!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Icon Vadis dia 6 de Novembro

Não percam esta sexta -feira o concerto dos Icon Vadis, no mini-auditório do Mercado Negro.
Depois, subam as escadas e venham beber um copo enquanto ouvem o meu Dj Set.
Vai ser uma excelente forma de comemorar as 7000 visitas que este blog já teve.
Obrigado a Todos e Apareçam!

Megafone 5 (É Agora!)

Aqueles que como eu, não podem estar no CCB para assistir a este Megafone 5, podem ouvir a emissão especial da Antena 3 que vai transmitir tudo em directo.
Antes da transmissão está a dar o excelente documentário feito por ocasião do seu desaparecimento e que nos dá uma visão global de tudo o que o João representava.
Deixo aqui o video do tema "Aboio" a que o suissas fez referência no artigo anterior - estava a guardá-lo para outra ocasião, mas agora também fica bem.
Dedico-o também ao meu colega de turma, de nome Luís, que ouviu hoje o tema pela primeira vez e ficou logo "cliente". É bom saber que a boa música desperta sempre o interesse das pessoas.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Megafone 5 (É Dia 4)

É só para relembrar que amanhã é dia Megafone 5, quem me dera poder estar lá.
Aqui deixo um dos temas que provavelmente será ouvido, é "Señoritas" um dos meus temas preferidos d' A Naifa.

Som da Frente I

Dado o desaparecimento do Grande António Sérgio, decidi fazer a minha pequena homenagem, abrindo uma rúbrica chamada "Som da Frente" e onde vão constar grupos que descobri por via dos seus programas.
Pelo que tenho lido em vários sítios e até nalguns comentários que já deixaram no meu blog, o sentimento de "orfandade musical" não é só meu...
Hoje, a abrir esta série de artigos, deixo o tema "Israel" do álbum "nocturne" da Siouxsie and The Banshees, álbum gravado ao vivo numa tour que contava com uns tais The Cure a fazer as primeiras partes e que contava com o sr. Robert Smith a tocar nos dois grupos.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Peter Murphy - Centro Cultural de Ílhavo

Foi na passada sexta-feira que pude rever Peter Murphy em concerto, no Centro Cultural de Ílhavo, confesso que não tenho acompanhado os seus discos mais recentes, mas o que é certo é que a voz continua lá e sempre capaz de nos maravilhar.
O que a "Secret Cover Tour" prometia, ela deu, ouvimos Roxy Music-"In Every Dream Home a Heartache", John Lennon-"Instant Karma", Bauhaus-"Bela Lugosi's Dead", "She's In Parties", David Bowie-"Ziggy Stardust", "Space Oddity", Joy Division-"Transmission" e claro vários temas antigos e novos do próprio Peter Murphy.
Como era de esperar o público que encheu a sala estava mais interessado nos temas mais antigos e conhecidos, e foi a esses que responderam com mais entusiasmo.
Daí ter sido bem mais interessante a segunda metade do concerto, ali a partir do "Marleine Dietrich's Favorit Poem".
O concerto parecia ir numa certa velocidade de cruzeiro e eis que, ao chegarem os encores, a sala foi ao rubro.
Primeiro como um fantástico "Strange Kind of Love" intercalado com um bocado de "Bela Lugosi's Dead" seguido do "She's in Parties" e claro também pudemos ouvir o inevitável "Cuts You Up"que iniciou o segundo encore que ainda nos deu o "Ziggy Stardust", o "Transmission" e a terminar uma fantástica versão do "Space Oddity" com os guitarristas e o baixista deitados no chão durante todo o tema, conforme poderão vislumbrar nesta foto que tirei como o telemóvel, as restantes fotos foram gentilmente cedidas pelo fotógrafo Angelo Fernandes, a quem não posso deixar de agradecer a ajuda.
Mais uma vez consegui o alinhamento graças à simpatia e solicitude dos técnicos de palco.
Desta vez já foi possível ver pessoas do público a tirar algumas fotos, sem serem importunadas. Parabéns ao "staff" pela maior tolerância.


Na primeira parte foi possível ouvir Lettie, dona de uma bela voz e que sózinha com a sua viola e os seus sintetizadores, fazia lembrar sonoridades muito 4AD. Como curiosidade, além de bem cantar, era também ela que vendia merchandising de Peter Murphy no início e no fim do espectáculo. Podem ouvir mais algumas coisas dela aqui no seu myspace.
(Adenda) O alinhamento está agora devidamente corrigido. Obrigado pela lembrança Rui.
Nova curiosidade, parece que foi em Ílhavo que foram tocados mais temas-23 em Lisboa-19, obrigado Peter!

domingo, 1 de novembro de 2009

António Sérgio - 59 Anos

Acabo de chegar de viagem e fiquei a saber do desaparecimento do grande António Sérgio.
Podem saber mais sobre ele aqui e aqui.
Para mim e se calhar para alguns da minha idade, ele era a fonte que nos dava a conhecer o que havia de novo no que se passou a chamar "Som da Frente" , muito por causa do seu programa.
Infelizmente já não acompanhei tanto quando ele passou pela XFM pois só passava em Lisboa e Porto, e agora na radar também já não o ouvia tanto.
Ainda recentemente o vi no "5 para a meia noite", convidado pelo Fernando Alvim e foram uma delícia os momentos em que o Alvim o deixava falar.
A minha memória do António passa também pelas cassetes com gravações do programa que me emprestavam, e em que a sua voz parecia fazer parte das músicas que passava.
Espero que ele continue a procurar aqueles sons que nos surpreendem e agradam, lá no outro lado.